Você se pergunta porque os povos do mundo estâo em guerra em busca de seus direitos. Povos, raças, grupos de todos os matizes, todos estâo lutando com unhas e dentes por seus direitos.

Em 1964 um ministro norte americano, William Branham, chegou a uma conclusâo, na qual esta midia concorda: as cartas em apocalipse (2-3) às Igrejas da Ásia eram proféticas e se referiam a períodos de tempo pelo qual a igreja passaria e segundo o ministro, a ultima carta, a de Laodicéia, representaria esta era moderna na qual vivemos.

Quando vocês veem o povo nas ruas, manifestando-se, lembre-se - estamos vivendo a ultima era da igreja: Era de Laodiceia, que significa a Era dos Direitos dos Povos

Arquivo do blog


Russia Versus Israel

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Florescimento do Deserto: Sinal do fim dos tempos?

Florescimento do Deserto

No mundo todo, o que vemos hoje são regiões que antes eram florestas e hoje se transformaram em deserto. No Rio Grande do Sul, por exemplo, vários locais estão se tornando em grandes desertos. O deserto do Saara, por exemplo, avança mais e mais a cada dia, engolindo o continente africano.
Porém, com Israel, o que se vê é exatamente o oposto: reigões que antes eram desérticas, agora estão dando frutos. Isaías já havia profetizado este milagre no deserto:
  • Isaías 35:1-2
    "O deserto e o lugar solitário se alegrarão disto; e o ermo exultará e florescerá como a rosa. Abundantemente florescerá, e também jubilará de alegria e cantará; a glória do Líbano se lhe deu, a excelência do [monte] Carmelo e [na planície de] Sarom; eles verão a glória do Senhor, o esplendor do nosso Deus."
  • Isaías 35:6-7
    "Então os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo. E a terra seca se tornará em lagos, e a terra sedenta em mananciais de águas; e nas habitações em que jaziam os chacais haverá erva com canas e juncos."
  • Isaías 43:19
    "Eis que faço uma coisa nova, agora sairá à luz; porventura não a percebeis? Eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo."
Desde que os judeus retornaram a Israel em 1948, a quantidade de chuvas na região aumentou em 200%. Israel hoje exporta tecnologia agrícola, através da tecnologia dos kibutz.
Os kibutz são plantações que usam uma técnica muito interessante: cava-se um poço artesiano que pode chegar a mil metros de profundidade (que é o caso de territórios áridos israelenses) para se extrair água para a plantação. Existe uma teia de mangueiras que passa por cima da plantação. Sobre cada muda de planta, um furo é feito na mangueira, onde, de tempos em tempos, os pingos d'água caem sobre as mesmas, regando-as.
Os computadores controlam o fluxo de água e dos pingos que caem sobre as mudas, garantindo a quantidade de água exata para cada muda do plantio. O resultado disto são colheitas excepcionais todos os anos.
Há alguns anos, o SBT esteve em Israel para mostrar esta tecnologia. Para expressar o espanto causado pelo êxito da plantação, o repórter do SBT usou a frase: "A tecnologia dos kibutz fizeram Israel florescer."
Estas são fotos de um kibutz israelense:

FOTO VIA SATÉLITE DE ISRAEL: NOTE COMO A NAÇÃO ISRAELENSE ESTÁ VERDE, EM RELAÇÃO ÀS DEMAIS AO REDOR

Mais um sinal de que já estamos vivendo o tempo do fim.


3 comentários:

  1. Não creio que seja assim, eles não glorificam a Deus por essa abundância, logo não se enquadra na profecia de Isaías, mesmo porque o favor Divino para Israel estava condicionado a sua fidelidade, SE PERMANECER no meu estatuto, sereis minha propriedade.

    ResponderExcluir
  2. Na verdade Deus prometeu a Abrâo que velaria por seus filhos até a consumaçâo dos seculos, caro amigo. E isto é incondicional, indepentende da fidelidade deles. Tanto é que estâo novamente sobre a mesma terra que DEus prometeu a Abraâo

    ResponderExcluir
  3. Está certo que nem todas as promessas feitas a Israel e a seu pai Abraao se cumpriram, mas estamos acompanhado esse cumprimento agora

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...